Artigos, Destaques, Notícias › 03/10/2017

TRABALHO E DIGNIDADE HUMANA

Há um texto bonito do Padre jesuíta Adroaldo Palaoro que diz assim: “o cuidado é gesto amoroso para com o outro, gesto que protege e traz serenidade. Cuidar é envolver-se com o outro, mostrando zelo e preocupação. Mas é sempre uma atitude de benevolência que quer estar junto, acompanhar e proteger. Quer conhecer o outro com o coração e não com a cabeça”.

Neste mês de outubro, o Papa nos pede cuidar e para rezar “pelo mundo do trabalho, para que se possa assegurar a todos o respeito e a proteção de seus direitos e que os desempregados consigam a oportunidade de contribuir com o trabalho na construção do bem comum”.

Sabemos que o trabalha dá dignidade à pessoa humana. E hoje notamos uma imensa massa de gente que vive desempregada, sem trabalho, privada tantas vezes de respeito e dignidade.

Como canta a Irmã Míria Kolling no CD “Um grito pela Vida” é necessário aumentar o volume do nosso grito pela vida sofrida de tantos trabalhadores que querem trabalhar e recuperar sua dignidade e a de sua família: “Um grito pela vida tão sofrida quero ouvir! Milhares de outras vozes solidárias vão se unir! Não mais o trabalho escravo, não mais a exploração! No grito, a dor e o pranto do canto-libertação!

Como Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração e Movimento Eucarístico Jovem) queremos mobilizar-nos interiormente para ajudar na missão da Igreja. Afinal como disse alguém “o Apostolado da Oração não é um simples coração, mas é um CORAÇÃO que se transforma em um compromisso”.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.