Artigos, Destaques, Notícias › 03/07/2017

Pessoas afastadas da fé cristã

Neste mês de julho, o Papa pede à sua Rede Mundial de Oração (Apostolado da Oração) para rezar com ele pelos irmãos que se afastaram da fé, para que, através da nossa oração e testemunho evangélico, possam redescobrir a beleza da vida cristã.

Todos nós conhecemos alguma pessoa que se afastou da fé. Vamos ajudá-la a viver a alegria de Jesus e peçamos com o Papa para que tal pessoa redescubra a beleza da vida cristã. Não devemos esquecer nunca que nossa alegria é Jesus Cristo, seu amor fiel e inesgotável. Quando um cristão está triste, isso significa que ele se afastou de Jesus e da comunidade dos seguidores de Jesus. Nesses momentos não devemos ficar sozinhos. Devemos oferecer a esperança cristã: com nossa palavra, nosso testemunho, com nossa liberdade, nossa alegria.

Como nos recorda o Papa Francisco “é preciso afirmar que a evangelização, em nosso tempo, só é possível através da alegria contagiante”.

No interior de Minas há um ditado que diz “caititu fora da manada é comida de onça”. Na cultura de hoje muitas pessoas imaginam que podem viver isoladas, sem pertença, no seu mundo. Fala-se até de uma fé tipo supermercado, que se busca alguns eventos quando me interessa e me faz falta. Muitos abandonam a fé para viver soltos no mundo. Outros ficam desapontados e frustrados com outras pessoas e situações em suas comunidades de fé e acabam abandonando tudo.

É nesse mar que somos convidados a dar testemunho evangélico. Certamente a nossa oração vai ajudar as pessoas a redescobrirem a beleza da vida cristã e retornar ao convívio da comunidade que celebra e professa a fé cristã.

AO-MEJ Brasil

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.