Como criar um Centro

1. Reunir um grupo de pessoas conscientes de sua missão de cristãos.

2. Procurar conhecer as atividades próprias de um grupo do AO: programa de vida espiritual e apostólica, objetivos da ação pastoral, reuniões, celebrações, novos estatutos do AO que regem toda a espiritualidade e ação pastoral da Associação e que estão no Manual do Coração de Jesus (Edições Loyola). Formar a diretoria provisória do Centro e o grupo inicial de Zeladores(as).

3. Fazer, quando possível, a assinatura da revista Mensageiro do Coração de Jesus, que traz orientações e amplo conteúdo para a formação espiritual e apostólica dos Associados e dos não Associados. É uma ferramenta para o Apostolado!

4. Assinar os Bilhetes Mensais: folhetos que cada associado receberá mensalmente, com as Intenções do mês (explicadas), o Oferecimento diário, o Calendário, as Reflexões e outras informações úteis. Eles custam mais barato, folha por folha, do que qualquer cópia xerox!

5. Condição importante: todas essas iniciativas deverão começar em comunhão com o Pároco, pois dependem dele a autorização e a total aprovação. O mesmo Pároco deve assumir ou indicar um Diretor Espiritual que assuma o acompanhamento do grupo.

6. Comunicar-se com o Diretor Diocesano do AO, para marcar a primeira visita dele ao grupo reunido na Paróquia. Não havendo Direção ou Coordenação Diocesana na Diocese, recorrer ao Secretariado Nacional do AO.

7. Marcar uma data para a fundação oficial com a Coordenação Diocesana e o Pároco, já com a posse da Diretoria, admissão de Zeladores e Associados, mediante a inscrição no Livro de Registro. A fundação do Centro será feita durante a celebração da Eucaristia, com a Consagração ao Sagrado Coração de Jesus. Comunicar a fundação do Centro ao Secretariado Nacional. Nosso Mensageiro terá alegria em noticiá-la!

Participe - Como criar um centro

8. Sinais externos: insígnias (fitas ou distintivos), diplomas, bandeiras etc., embora muito recomendados, serão utilizados conforme critério e possibilidades do novo grupo.

9. Pode haver mais de um Centro na Paróquia. Além do Centro principal na matriz, poderão ser organizados Centros interdependente sem capelas, colégios, hospitais.

10. Crianças e jovens: o AO para crianças e jovens é o MEJ (Movimento Eucarístico Jovem), antiga Cruzada Eucarística. Contudo, nada impede que um jovem mais maduro faça parte do AO.

Trecho extraído do livro de Pe. Otmar Jacob Schwengber, SJ, Apostolado da Oração e MEJ em perguntas e respostas, Edições Loyola, 2014, 3ª edição.