Artigos, Destaques, Notícias › 01/06/2017

PELO FIM DO COMÉRCIO DE ARMAS

Neste mês de junho o Papa Francisco convoca a Rede Mundial de Oração (Apostolado da Oração), MEJ e todos os cristãos a rezar para que “os responsáveis das nações se empenhem de verdade em pôr fim ao comércio de amas, que provoca tantas vítimas inocentes. Como podemos escutar no Vídeo do Papa preparado para este mês “é uma absurda contradição falar de paz, negociar a paz e, ao mesmo tempo, promover ou permitir o comércio de armas”. Deve haver um empenho verdadeiro de todos para algo para “eliminar o comércio de armas”.

Um estudo do Instituto Internacional de Investigação para a Paz (SIPRI) de Estocolmo, afirma que o comércio global de armas chegou ao seu nível máximo desde o final da Guerra Fria. O aumento foi ocasionado pelos conflitos no Oriente Médio, as tensões no Mar do Sul da China e a percepção da ameaça da Rússia aos seus vizinhos. A maioria das vendas de armas vem dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU: Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido. Entre os principais fabricantes também se encontram Alemanha, Espanha e Itália, enquanto que entre os principais compradores aparecem Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Turquia.

Como cristãos somos convocados a construir pontes, estabelecer relações de paz e justiça entre as pessoas, nações e povos. O desafio que nos é proposto neste mês é construir situações de paz entre nós e ao mesmo tempo procurar descobrir meio para se elimine as armas – um comércio milionário dos fabricantes – que provocam tantas guerras, violência e morte entre as pessoas. Que a paz sempre supere o ódio e a indiferença!

 

Pe. Eliomar Ribeiro, SJ

Diretor da Rede Mundial de Oração (AO) e MEJ

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.