Artigos, Destaques, Notícias › 22/05/2017

1º Encontro de Comunicadores da Província dos Jesuítas – BRA

Entre os dias 17 e 19 de maio aconteceu o 1º Encontro de Comunicadores da Província dos Jesuítas do Brasil – BRA, no Rio de Janeiro (RJ), com a participação de aproximadamente 50 representantes das diversas instituições da Companhia de Jesus. O objetivo do evento foi discutir temas relativos à área de Comunicação e seus desafios.

Nesses dias tivemos palestras, dentre elas destaco: “Gestão de crise de identidade em organizações”, com a jornalista Ana Klein, da Associação Antônio Vieira, de Porto Alegre, RS. Ela apresentou as Práticas de Boas Obras de algumas instituições que nos inspiraram a realizar novas atividades e projetos.

No terceiro e último dia do Encontro, foi abordado o tema “Rede: Por quê?, Para quê e Como? Trabalharmos em Rede?”.

A troca de informações, o conhecimento da realidade de cada obra, a riqueza da diversidade na unidade foram os pontos que marcaram um desejo comum: reconhecer-se como parte de um só corpo e trabalhar em comunhão.

“Foram três dias de encontro, partilha e muito conhecimento. Posso dizer que existem diversas realidades, várias células, mas tudo está em conjunto, tudo tem um mesmo propósito e uma mesma visão. A gente vê que essas várias cabeças pensantes, em muitas realidades diferentes que a Companhia de Jesus tem, desde a missão social até o trabalho dentro das escolas, é magnífico! Então, foram dias para conhecer e integrar a ideia sobre a comunicação da Companhia de Jesus no Brasil”, afirma Leonardo, do Magis de Fortaleza, CE.

Para o Pe. Anselmo Dias, coordenador de Comunicação da Província BRA, esse foi apenas o início do trabalho junto aos comunicadores, pois novos desafios surgirão a partir desse Encontro.

“Para nós da Comunicação da Província é importante ter esse contato, criar vínculos, ter uma rede de comunicadores que possa alimentar os nossos produtos comunicacionais, trocar ideias, ajudar-nos uns aos outros. Este Encontro foi muito importante para mostrarmos todas as obras para todos os presentes. O Papa Francisco insiste no diálogo e a Companhia de Jesus já fala há muito tempo que somos construtores de pontes. Como o próprio Papa reforça, é isto o que temos que fazer: ser construtores de pontes para que outros possam ter acesso às informações, aos produtos, às condições necessárias e, assim, ajudar a Companhia a cumprir a sua missão de anunciar a Boa Nova, a missão de Cristo”, disse Pe. Anselmo, SJ

 

Por: Angélica Cunha, Assessora de Marketing e Comunicação da Sede Nacional do AO-MEJ

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.